Conecte-se conosco

Politica

Geddel e Lúcio foram condenados por lavagem de dinheiro e associação criminosa

Marlon Oliveira

Publicado

em

A segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou, por 3 votos a 2, Geddel e Lúcio Vieira Lima por associação criminosa e lavagem de dinheiro, no caso dos R$ 51 milhões.

Os ministros Edson Fachin, Celso de Mello e Cármen Lúcia votaram pela condenação nos dois crimes. Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes não reconheceram a associação criminosa, mas votaram pela condenação por lavagem.

Os ministros ainda votaram de forma unânime pela absolvição de Job Brandão e de Luiz Fernando Costa Filho, no mesmo caso. O processo contra a mãe dos políticos, Marluce Vieira Lima, foi remetido à primeira instância.

Os ministros decidirão, a partir de agora, a pena dos dois. Advogados criminalistas consultados pelo bahia.ba informaram que Lúcio Vieira Lima deve começar a cumprir a pena imediatamente. Geddel já está em prisão provisória, desde 2017, e o tempo preso será abatido de sua pena.

Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Mais Lidas